Desde 2010

Desde 2010 oferecendo uma Educação Financeira Responsável®

Fazendo a Diferença

FAZENDO A DIFERENÇA NA VIDA DOS NOSSOS ALUNOS

Um dos principais motivos que nos levou a criar a Escola De Operadores em 2010 foi a necessidade que tínhamos de transmitir todo o nosso conhecimento, a um número o maior possível de investidores, para que assim pudéssemos ensiná-los a como atuar nos mercados financeiros de alto risco (ações e Forex), oferecendo uma Educação Financeira Responsável®, e de maneira totalmente independente de corretoras.

Hoje, após todos esses anos, e após ensinar centenas de investidores em todo o Brasil e até em outros países como Japão e Portugal, uma das nossas maiores realizações pessoais é justamente o legado que deixamos em nossa sociedade, quando nos deparamos com investidores que estudaram conosco, e hoje gerenciam as suas próprias contas, e até mesmo as suas próprias empresas de investimento.

Como é o caso do nosso aluno o Sr. Antonio Carlos S., de São Paulo. Sempre ficamos muito felizes de poder contribuir com o sucesso financeiro de nossos alunos, e também de poder oferecer a eles uma Educação Responsável® e de qualidade, que possibilita a sua independência financeira.

Parabéns ao Sr. Antonio Carlos S., de São Paulo, pelo seu sucesso. Abaixo compartilhamos o seu depoimento:

“Decidi publicar este depoimento, pois dia 12 de Fevereiro de 2016 recebi um convite para refazer o Curso de Imersão em Forex gratuitamente. Eu sempre confiei na Escola de Operadores. Fiz o curso de Imersão em Forex em Novembro de 2012, aonde eles me ensinaram e me apontaram os riscos que envolve esse mercado, desde o manejo das operações e corretoras confiáveis, sem apontar vinculo. Infelizmente não poderei refazer do curso presencial, simplesmente porque hoje já estou confiante em minhas estratégias, estou consistente em minhas operações, e já estou vivendo de lucros do mercado. Vocês foram o pilar do meu aprimoramento.

Muito Obrigado pela preocupação por este antigo aluno da Escola de Operadores. ”

Assinado: Antonio Carlos S., São Paulo - 16 de Fevereiro de 2016

-----------------------------

E como é o caso do nosso aluno o Sr. Rodrigo Pera Contar, de Valinhos/SP. Após estudar com a gente em Janeiro de 2014, ele já conseguiu criar o seu próprio Clube de Investimentos chamado Holy Invest – Clube de Investidores, disponível através do link: http://www.holyinvest.com/ aonde ele escreveu um artigo muito interessante sobre toda a sua experiência com o mercado de Forex, até o momento em que decidiu estudar com a gente. O artigo está replicado abaixo, e disponível através do link - http://www.holyinvest.com/2014/03/a-minha-realidade-do-forex-no-brasil.html

A (minha) realidade do forex no Brasil.
Autor: Rodrigo Pera Contar.
Fonte: http://www.holyinvest.com/

Hoje quero fazer uma postagem diferente, quero contar a vocês a minha experiência com o mercado financeiro desde Ações até Forex, confesso que o texto é um tanto longo, mas creio que para muitos que estão começando no mercado, vale a leitura. O texto foi escrito e não foi revisado, por isso pode conter alguns erros gramaticais!

Muitos irão concordar comigo, mas a maioria irá discordar, quando digo a maioria, estou falando das pessoas que com certeza não irão gostar do que eu for escrever aqui. Me lembro de quando conheci o mercado financeiro, conheci primeiro a Bolsa de Valores, de inicio achei complicado, fui pesquisando mais afundo descobri o mercado de moedas, mais conhecido por Forex, naquela época parecia muito simples e realmente é, a facilidade de alavancar seu capital para conseguir ganhar muito mais do que aplicações comuns, como por exemplo o de ações.

Lembro da primeira corretora em que abri uma conta demonstrativa, não entedia nada, não sabia o que era lotes, não sabia o que era alavancagem, isso mesmo criei uma conta em uma corretora, fui clicando no botão avançar do cadastro e de repente estou na plataforma própria da corretora sem saber o que fazer, foi ai que decidi então buscar conhecimento sobre o assunto, mas pela quantidade escassa do mesmo acabei por desistir, isso era no inicio de 2011. Foi então que resolvi buscar por algo que se tem mais informações, comecei a estudar a Bolsa de Valores, o que era complicado tinha se tornado muito simples e fácil, me lembro do primeiro curso que fiz, fui fazer o curso já sabendo de tudo, fui ai que conheci os Introducing Brokers da Bovespa, ou os conhecidos Agentes Autônomos de Investimento, no momento do curso eu descobri que tinha dado R$ 290,00 atoa, o curso era bem simples, mas o interessante é que no final do curso todos os participantes recebiam a proposta de abrir uma conta na corretora em que o Agente era vinculado para dar continuidade na parte prática, que era apenas conhecer o Home Broker (Software de negociação de Ações e Títulos do Governo) da corretora, o próprio curso que esses escritórios de investimentos oferecem é marketing para eles e foi ai que eu percebi como funcionava este esquema, o problema é que um Agente Autônomo é completamente legalizado para fazer isso e tem uma excelente instrução, eles não fazer somente isso, são profissionais competentes, pois tirando essa parte do curso, eles administram Carteiras de diversos clientes, Fundos de Investimentos, Consultorias conforme a necessidade, esse sim é um bom profissional, não estou aqui para falar deles, é apenas parte da história.

Minha primeira compra de Ações, foi da Grendene (GRND3F) lote fracionário, 70 ações, foi incrível me senti um Warren Buffet, o fato de você preencher a boleta, enviar sua ordem, ver ela no book de ofertas e então ser executada. Porém eu sabia que isso não era o suficiente, eu precisava de mais. Foi nesse exato momento que o Forex me voltou a cabeça, no final de 2011 eu tinha conhecido uma empresa chamada LiberForex, um esquema de pirâmide que dizia trazer lucros do Forex, lembro de ter investido $100,00, o que é $100,00? Passados alguns meses a empresa tinha sumido do mapa, minha sorte foi que eu consegui recuperar $85,00. Foi ai que eu descobri a minha necessidade em aprender para fazer minhas operações por conta própria, virei dias e noites na internet e o que eu mais achava era pessoas vendendo cursos e mais cursos de Forex, vi uma empresa que se chamava Escola de Operadores, o site não era bonito, não tinha preço, fui para o próximo, esse sim era um site bonito, bem estruturado e o curso custava apenas R$ 60,00 fiquei impressionado e comprei sem pensar duas vezes, foi ai que conheci o primeiro farsante no mundo de Forex, o curso não tinha nexo, ele ensinava como copiar as operações de outras pessoas em uma corretora chamada eToro, logo depois assinei um mês de sinais de Forex por poucos dólares, mais dinheiro perdido, na época conheci outro farsante, falava bem, explicava bem, tinha um site bacana, ensinava algumas coisas de Forex, mas seu grande negócio era Marketing Multinivel, mas desse mal eu não cai, logo percebi que ele não passava de mais um farsante querendo abocanhar comissões em cima de minha pessoa, tudo que eu procurava na internet, eram algumas pessoas querendo que eu entra-se em seu link para gerar comissões, qual é o nome dessa pessoa?

O Introducing Broker, qual a diferença entre eles e nosso amigo Agente Autônomo de Investimento? Um deles estudou, fez uma prova, ganhou seu certificado e autorização para atuar no mercado financeiro e o mais importante um deles sabe o que faz e não estou falando do Introducing Broker. Foi ai que eu entrei sozinho no mercado, fui aprender por conta própria, dei a minha cara a tapa no mercado e assim foi mais um pouco de dinheiro perdido, já estava desistindo do Forex, ficando apenas na Bolsa de Valores, quando recebi um e-mail falando que teria uma palestra gratuita sobre Forex em São Paulo, adivinha quem seria a empresa a dar a palestra? A Escola de Operadores, descobri através do site deles que seus fundadores tinham recém lançado um livro sobre Forex e logo decidi compra-lo, era uma obra prima, foi ai que descobri que esses caras não brincavam em serviço, eles eram sérios, resolvi ir até a palestra em São Paulo, percebi que estava salvo, eu não precisava mais desistir deste mercado, se passou dois meses da palestra e fiz o curso, o investimento não foi barato, mas compensou muito pelo curso em si junto com o professor Alexandre Ragozzini, que hoje considero um grande parceiro e guia, abriram meus horizontes para o mercado, desde então estou indo muito bem e não faz tanto tempo assim, conheci alguns grupos na internet, no Facebook para ser mais específico e percebo que a grande maioria é de pessoas mal intencionadas e dos famosos Introducing Broker, que para quem não sabe são pessoas que realizam o serviço de captação de clientes para uma determinada corretora e assim recebem comissões sobre os depósitos, isso é uma pratica totalmente comum em muitos países, mas aqui as pessoas realmente são má intencionadas, eles se aproveitam de pessoas novas no assunto e sem muito conhecimento, para enfiar o seu link de afiliados. Muitos até oferecem cursos, mas aqui vai um comentário que a propria CVM fez e agora dou valor a ele.

"Não há necessidade de registro na CVM para oferecer cursos em mercado de capitais, mas esse é um método muito utilizado por pessoas que não têm autorização para atuar na intermediação, de modo a se aproximarem do público e oferecerem seus serviços. Corretoras e outras instituições autorizadas a intermediar operações no mercado podem oferecer cursos e, concomitantemente, intermediar operações no mercado.”

Foi ai que eu resolvi criar a Holy Invest, o que eu chamo de Clube de Investidores, não sendo ligado a nenhuma corretora, e podendo compartilhar tudo que aprendi nesses poucos anos que tenho de mercado e espero que as pessoas compartilhem comigo muito aprendizado. Essa é a história que queria compartilhar com vocês e lembrem, tomem cuidado com os "especialistas" da internet. Hoje eu não cobro nada por isso, mas quem quiser realmente ter um curso bom, recomendo a Escola de Operadores, não estou aqui fazendo propaganda, estou apenas evitando dores de cabeça.

-----------------------------

E como é o caso também do nosso aluno o Sr. Rodrigo Rebecchi, de São Paulo. Após estudar com a gente em 2012, ele continua bastante ativo nos mercados, e hoje participa de portais de investimento, aonde ele irá publicar informações de cunho educacional e informativo.

Parabéns Rodrigo pela iniciativa!